Alimentação dos cavalos

 

ALIMENTAÇÃO DOS CAVALOS
 
 
Por Dr. Alysson Leônidas
 
             O aparelho digestivo do cavalo está preparado para receber pouco alimento de cada vez, mas muitas vezes ao dia, uma vez que no estado selvagem o cavalo  passava o seu dia a  pastar e a beber água.
    Nos dias de hoje a rotina alimentar dos equinos está quase totalmente alterada, graças á sua domesticação e ao esforço físico a que estão sujeitos.
             Mesmo sofrendo algumas alterações a nível alimentar o aparelho digestivo do cavalo mantém-se igual ao dos seus antepassados.
             Após os dentes da frente e os lábios selecionarem e apanharem a comida,  esta é moída pelos dentes de trás, iniciando assim a digestão. A comida é então engolida, passa pelo esôfago e entra no estômago, o qual tem uma capacidade de 8 litros. Do estômago a comida  passa para o intestino delgado, cólon largo e curto e reto. O intestino delgado do  cavalo  é  estreito  e  mede cerca de dois metros. É no intestino delgado que são decompostos os açúcares, proteínas e gorduras. No intestino grosso são digeridas as fibras, que são a  principal fonte  de  energia  por intermédio de bactérias e micróbios que as fermentam.

             É essencial uma dieta equilibrada, com todos os nutrientes que o cavalo precisa.

Os componentes essenciais na dieta de um cavalo são:
 
Água - A  necessidade  de  água depende  da  temperatura, do esforço a que o cavalo está sujeito, da sua alimentação e da sua idade.
Hidratos de carbono- Estão presentes no amido (que por sua vez é encontrado nos  cereais ), nos açucares (presente em todos os alimentos, principalmente no melaço e na erva fresca) e em certos componentes das fibras.
Óleos e gorduras- Os óleos estão  presentes  em  pequenas  quantidades  na maior parte  das rações comerciais. Pode acrescentar-se á dieta óleo vegetal.  Este  contém  duas  vezes  e  meia mais  energia   que   os   hidratos   de carbono,  podendo  ser  utilizado  como  fonte  de  energia concentrada.
Fibras- Encontram-se em todos os alimentos, principalmente na palha, feno e erva.
Proteínas- Quando  são  decompostas  dão  origem  aos  aminoácidos  que  são  utilizados  na gravidez, na produção de leite, no crescimento e na reparação de tecidos.
Minerais- O equilíbrio de minerais mais importante é o do cálcio e fósforo, com uma  proporção de parte e meia de cálcio para uma parte de fósforo. O magnésio, o sódio, o cloro e potássio são os outros minerais principais. Os minerais secundários são o cobre, o ferro, o selênio e o zinco.
• Vitaminas- As vitaminas principais são A, D, E, K e o grupo B. Ajudam a  controlar  as  reações químicas e bastam pequenas quantidades para uma boa manutenção da saúde do animal.                   Alimentos como a palha ou o feno  seco  são  pobres  em  vitaminas,  enquanto  que  as  erva  e alimentos verdes têm uma grande concentração de vitaminas.

             Regras da boa alimentação:

• O cavalo deve ter sempre á disposição água fresca e limpa.
• Dar ao cavalo pelo menos duas refeições por dia, se tiver  um trabalho leve  ou  estiver  fora  de trabalho. No caso de ter um esquema de trabalho completo  o  cavalo  deve  comer  entre  três  a quatro vezes ao dia.
• A quantidade de comida dada ao cavalo deve ser baseada no seu peso e não no volume.
• Alimentar o cavalo tendo sempre em conta a sua estatura e peso.
• A alimentação do cavalo deve ser regulada  pelas  horas  de  trabalho  e  pelo  tipo  de  trabalho realizado pelo animal.
• Nunca utilizar rações moles ou que tenham algum tipo de sujidade.
• Não fazer alterações bruscas na dieta, para prevenir possíveis problemas digestivos.
• Não trabalhar o cavalo logo a seguir a  refeição.  Aguardar  duas   ou  três  horas para iniciar o trabalho!
• A seguir ao trabalho deve-se aguardar uma hora antes de alimentar o cavalo.
• Obedecer a uma rotina horária na alimentação.
• A alimentação do cavalo deve ser composta pelo menos por 50% de fibras.

              O que se deve dar aos cavalos:

Forragem (feno, luzerna, substitutos do feno e silagem).
Cereais- milho, cevada e  aveia.  São  dados  ao  cavalo  moídos,  floculados  ou  micronizados (cozidos) aumentando assim a sua digestibilidade.
Fibras- Encontra-se na parte fibrosa das cascas dos grãos de milho e é também  utilizada  para aumentar o volume das rações.
Beterraba- É utilizado o sub produto depois  da  extração  do  açúcar. Deve  ser  molhada  para evitar problemas durante a digestão.
Rações compostas- Alimento completo e equilibrado fornecendo o valor  de  proteínas,  fibras, vitaminas e minerais necessários ao cavalo.  Apenas  se  deve  acrescentar  á  dieta  forragem e água.
Guloseimas- Para aumentar o volume  da  ração  e  para  torná-la  mais  apetitosa  adiciona-se alimentos como a maçã ou cenoura.
              Problemas relacionados com a alimentação:

             Uma alimentação incorreta ou modificações bruscas na dieta do  cavalo  podem  levar  a graves complicações. Deve consultar imediatamente um MÉDICO VETERINÁRIO caso  suspeite de algo.

Cólicas
            Um dos sintomas destas dores abdominais é o cavalo insistir em estar deitado e  rebolar-se e rolar sobre o chão sistematicamente.  Isto  deve  ser  contrariado  mantendo-o em pé  e  em  movimento, a  passo para evitar um estrangulamento do intestino.
As cólicas podem ter como causa:
• Acesso do cavalo à água quando se encontra sobreaquecido;
• Vício de engolir ar;
• Ingestão de areia;
• Alimentos úmidos, molhados ou contaminados;
• Comer sofregamente e não mastigar antes de engolir;
• O intestino dobrado;
• Mudança repentina na dieta.

Laminite
            É também conhecida como aguamento e são vitimas desta doença  cavalos  que  comem em demasia, principalmente alimentos com muitas proteínas, pode ser causada por:
• Pancada ou concussão;
• Situação de grande stress;
• Sobre – alimentação;
• Gravidez (relacionado com a inflamação do útero).

Azotúria
           Tem como causas:
• Desequilíbrio mineral;
• Alterações hormonais;
• Sobre-alimentação de cereais em cavalos em descanso
 
 
Dr. Alysson Leônidas
Médico Veterinário
CRMV – PB 01205
 

Outros registros:

Pontuação atual do Circuito PE PB 2017 para cavalos e vaqueiros!
Prepare as montarias que O Vila Cowtry está pronto
Congresso ABVAQ surpreende com grande público
ABVAQ Promove CONGRESSO DE PROFISSIONAIS DAS VAQUEJADAS em Janeiro
Resultado da vaquejada do Parque José da Costa em São J. Cariri - PB


Ver todos os registros

Busca




Cadastre-se






Anunciantes

Enquete

Você gostou do circuito PE PB 2016?

 Gostei mas precisa de mudanças
 Não
 Sim

 

Mural de Recados

Clique AQUI e deixe o seu recado!

 
10ºBolão do Parque Santa Terezinha sitio Carrapicho-Santa Cruz do Capibaribe-PE Dia 19 Novembro com 2 mil na premiação + Extra Senha Casadinha R$ 200.00 Inicio as 16:00 Show com Jean Araujo&Marcelão as 21hrs Prepara e Vem ! Tenho o cartaz contato 81 99347-3000
Por: André Luis Maia do Nascimento em 11/11/2016, 15:04h
 
10ºBolão do Parque Santa Terezinha sitio Carrapicho-Santa Cruz do Capibaribe-PE Dia 19 Novembro com 2 mil na premiação + Extra Senha Casadinha R$ 200.00 Inicio as 16:00 Show com Jean Araujo&Marcelão as 21hrs Prepara e Vem !
Por: André Luis Maia do Nascimento em 11/11/2016, 15:03h
 
Convidado toda vaquerama de Alagoas e região..Pará 4º bolão de vaquejada no parque São José em feira grande Al. Com 10.000 em prêmio dia 29 & 30 de outubro
Por: Junior moraes em 06/09/2016, 10:21h
 
Dia 27 de agosto 2°mega bolao de vaquejada Parque Vasconcelos em Santa Cruz do Capibaribe,com 4.500 em premios. Org: Zito Capita e Braulio
Por: Vito capita em 14/08/2016, 07:36h
 
Gostaria de convidar toda a vaquerama da região do sertão paraibano e dos demais estados vizinhos para a 2 vaquejada do parque Pezao situado no município de São Bentinho de Pombal. A corrida tera inicio no dia 16 e terminara no dia 18 de setembro de 2016. Esperamos por todos os amigos vaqueiros. Premiação 15 mil reais.
Por: Ricardo em 12/08/2016, 19:31h
 
Gostaria de convidar todos os amigos vaqueiros, para participar do 2bolao de vaquejada no Pq Josinete Veras, município da Ingazeira-Pe, com 5.000mil em prêmios nos dias 17 e 18 Setembro 2016, org:Franklin Veras.
Por: Flávio vieira em 15/07/2016, 20:34h
 
vaquejada parque nossa senhora aparecida terceira semana julho.freimiguelinho Pe
Por: Juciane Maria da Silva em 26/06/2016, 21:02h

 

Todos os direitos reservados a Vaquejada NET 2017 | Webmail | Gerência | Desenvolvido por Fuzzon Tecnologia